Artigos

Acidentes já geraram gastos de R$ 6,765 bilhões nesta década no Piauí

Escrito por Portal ONSV

18 JAN 2019 - 08H00

Matéria

publicada em janeiro de 2019 pelo site do Jornal Meio Norte (www.meionorte.com) do repórter Francy Teixeira informa

que, por meio de levantamento feito com base nos dados do OBSERVATÓRIO Nacional

de Segurança Viária e referendado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), de

2010 a 2014 foram gastos com acidentes R$ 6,765 bilhões no Piauí. A média anual

no período foi de R$ 1,353 bilhão aplicados.

Diante

disso, a cada ano é evidenciado um crescimento em torno de 10%, o que aponta

para a gravidade do problema. Ao todo, a frota de veículos no Piauí supera a

marca de 1 milhão, sendo que cerca de 60% é constituída por motocicletas.

De

modo geral, o montante de R$ 6,7 bilhões gastos pelo Piauí com acidentes no

período de cinco anos, daria para construir cerca de 225 hospitais de R$ 30

milhões cada. Além de 3 mil escolas de educação básicas orçadas em R$ 2

milhões.

Para

ter ciência do “desperdício” de recursos públicos com acidentes, apenas no

período em todo o país, segundo OBSERVATÓRIO, o montante gasto no Brasil com

acidentes de trânsito é superior a R$ 120 bilhões, equivalente ao custo de mais

de 50 mil escolas de educação básica construídas a R$ 2 milhões cada, e mais de

3 mil hospitais de R$ 30 milhões.

PIB comprometido

Para

sintetizar ainda mais a problemática dos acidentes de trânsito, um estudo

recente da Escola Nacional de Seguros aponta que os acidentes de trânsito

comprometeram 6,42% do Produto Interno Bruto (PIB) do Piauí no ano de 2017. O

PIB corresponde a soma de todas as riquezas produzidas pelo Estado ao longo do

ano.

O

comprometimento chega ao dobro do registrado em nível nacional, já que em todo

o país os acidentes graves provocaram impacto econômico de R$ 199 bilhões, ou o

correspondente a 3,04% do PIB.

O

estudo, coordenado pelo Centro de Pesquisa e Economia do Seguro, considera o

valor que seria gerado pelo trabalho das vítimas caso elas não tivessem se

acidentado. No que tange ao comprometimento do PIB, apenas Tocantins, com 7,09%

apresentou um índice maior do que o Piauí.

Matéria

em: https://www.meionorte.com/politica/acidentes-ja-geraram-gasto-de-r-6-765-bilhoes-nesta-decada-no-piaui-352205

Cerca_de_62_pessoas_envilvidas_em_sinistros_de_transito_no_rio_de_janeiro_em_2023
Observadores Certificados

Cerca de 62 pessoas envolvidas em sinistros de trânsito por dia no Rio de Janeiro em 2023

O telejornal Bom Dia Alerj da TV Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro), de hoje (21), apresentou uma reportagem sobre violência no trânsito nos grandes centros urbanos e destacou uma pesquisa que classifica o estado do Rio de Janeiro entre os três com os motoristas mais rudes do Brasil. O especialista em Gestão e Direito de Trânsito e Observador Certificado, Maicon de Paula, foi consultado e defendeu a Educação para o Trânsito como instrumento para diminuir a violência no trânsito.

Regiao_do_grande_abc_registra_mes_de_maio_mais_letal_desde_2015
Observadores Certificados

Região do Grande ABC registra o mês de maio mais letal no trânsito desde 2015

A edição de ontem (20), do Diário do Grande ABC, em São Paulo, destacou que apesar do mês de maio ser marcado como uma época de conscientização para a segurança no trânsito, a Região do Grande ABC registrou o mais letal no trânsito desde 2015. O Observador Certificado Regis Frigeri foi consultado pela reportagem para falar sobre a eficácia das campanhas anuais de conscientização promovidas pelo Maio Amarelo diante do aumento de sinistros de trânsito.

Faixa_azul_deve_chegar_a_200km_na_cidade_de_sao_paulo_ate_o_final_do_ano
Matérias

Faixa Azul deve chegar a 200 km na cidade de São Paulo até o final do ano

A Faixa Azul é um projeto da prefeitura de São Paulo que cria uma pista exclusiva para motos em avenidas movimentadas da cidade. Iniciada em 2022, teve rápida expansão para se tornar uma bandeira eleitoral e deve chegar a 200 quilômetros no fim do ano. O head de Mobilidade Segura do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Pedro Borges, foi um dos especialistas que falou ao Globo na última quarta-feira (19), sobre os resultados apresentados.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Saiba mais

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.